A estreia de Pedro Emanuel no Estoril Praia não poderia ter corrido de melhor forma, com um empate alcançado em Guimarães. Agora, no primeiro jogo em casa do novo técnico dos canarinhos, a responsabilidade é vencer. Pela frente, o Boavista de Miguel Leal chega de uma série de bons resultados e que até abre perspectivas de entrada na luta por um lugar europeu. Um bom jogo, entre duas equipas em momento de pensamento positivo e ambição alargada.

A temporada do Estoril entrou na fase decisiva com uma segunda mudança de treinador. Já tínhamos analisado por aqui, no passado, nem Fabiano Soares nem Pedro Carmona haviam sido capazes de conciliar os dois objectivos da administração: assegurar a manutenção e promover jogadores que possam ser vendidos. O técnico brasileiro não beneficiou de um plantel com muitas opções, que chegaram só no mercado de janeiro, enquanto o técnico espanhol parece ter sido um equívoco. Pedro Emanuel traz a experiência de quem já salvou outras equipas da descida, para além de ser uma voz respeitada no futebol nacional. A forma como o Estoril lutou pelos pontos no Municipal de Guimarães deixou bem evidente que há uma mudança de liderança no balneário. Sendo óbvio que o efeito imediato é mais fácil de alcançar do que o duradouro, os quatro pontos de diferença para o Nacional da Madeira serão o objectivo mínimo a manter rumo à tranquilidade. As contas não estão fáceis para Pedro Emanuel, no entanto. Com Matheus Oliveira e Joel castigados, a equipa tem ainda que ter em conta as lesões de Afonso Taira, Nuno Lopes, André Claro, Licá e Gonçalo Brandão.

Onze Provável: Moreira – Aílton, Diakhité, Dankler, Mano – Diogo Amado, Eduardo – Matheus Índio, Carlinhos, Gustavo Tocatins – Kléber.

Liga NOSO Boavista alcançou uma vitória fantástica frente ao Marítimo na semana passada, goleando a equipa que, neste momento, leva a liderança na corrida por um lugar na Liga Europa, esse sexto lugar que pode dar azo a uma qualificação. Com este resultado, a equipa axadrezada aproximou-se de uma luta que, não parecendo sua, pode passar a ser, caso o conjunto orientado por Miguel Leal continue a somar bons resultados. Nas últimas semanas, empates em Chaves, Moreira de Cónegos e, em casa, com o Braga. Vitórias no terreno do Feirense e na receção ao Marítimo. A derrota pela margem mínima no duelo com o rival FC Porto acabou por ser um resultado que lhe oferece mais confiança. No Estoril, as panteras sabem que vão encontrar um desafio à altura das exigências. Com todos os jogadores de volta, Miguel Leal poderá apresentar a sua melhor equipa para tentar uma vitória que lhe poderá permitir outros voos. Ao mesmo tempo, pelo que já mostrou esta temporada, o Boavista também não é equipa para recusar um ponto. Sonha-se, no Bessa, ainda que mantendo os pés bem assentes no chão.

Onze Provável: Vagner – Edu Machado, Philipe Sampaio, Lucas, Talocha – Anderson Carvalho, Idrissa, Fábio Espinho – Iuri Medeiros, Ivan Bulos, Renato Santos.

Na primeira volta, as duas equipas terminaram empatadas sem golos.

Num jogo onde a equipa do Estoril procura a vitória, o Boavista não se irá entregar à derrota. Jogo de nervos, mas onde a emoção e a qualidade podem aparecer.

Screenshot_1Screenshot_2Screenshot_3Screenshot_4

Fontes: https://www.academiadasapostas.com http://www.asmelhoresapostasonline.com

Advertisements